FUTEBOL

Loading...

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

BENTO XVI.

 Na verdade, por mais que teólogos, vaticanistas, alto e baixo cléro, tentem me convencer do contrário. Muito menos pelos 85 anos de idade e fragilidade fisica e sim por sua inabilidade de se comunciar com o mundo, é que o Papa acaba por renúnciar ao seu pontificado. Bento XVI foi um papa que construiu sua história dentro da Igreja, como um intelectual, um guardião da Fé e dos documentos sagrados da barca de Pedro. Enquanto que João Paulo II, foi um Papa de campo, de forte atuação fora dos muros do Vaticano, dedicado a perigrinações mundiais, independente do continente ou o país visitado ser de maioria católica ou não. O fato é que a igreja há muito discute a perda de espaço e fiéis pelo mundo afora. E acredita ela que talvez, um Papa: jovem, saudável, de diálogo e perigrinador possa dar nova luz e rumo a Fé católica no mundo. Bento XVI não foi um erro, foi uma aposta em um pontificado de transição, só não acredtiavam que está mesma "transição" duraria 8 anos, Deus que me perdoe, mas o pontificado está longo demais para um Papa que fala e viaja de menos. A Igreja de Pedro precisa de um lider Mundial em gabinetes Mundiais, discutindo os grandes temas deste mundo e perigrinando por ele, engajando pessoas, resgatando-as em nome da Fé Cristã, independente se Católica ou não. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente este artigo.