FUTEBOL

Loading...

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

EM NOME DO CLUBE ESPORTIVO AIMORÉ.

Caro Esporte Clube Novo Hamburgo, como você nasceu em primeiro de maio de 1911, já contavas com 25 anos de vida pelos gramados do Rio Grande, quando eu vim ao mundo isto há 26 de março de 1936. Ao longo dos anos e lá se vão 77 anos. A exemplo de você anilado eu índio capilé: venci - empatei e perdi coisas da vida de quem enveredou pela paixão do esporte bretão. Sempre fui muito bem recebido na tua casa, já achava bonito e confortável o Estádio Santa Rosa lá na rua Avaí. Sempre te admirei, foi o primeiro a ter iluminação á conquistar títulos e a peitar a dupla Grenal. Estive agora recentemente na tua nova casa e novamente estás de parabéns, que casa moderna, elegante, aconchegante. Gramado, vestiários, arquibancadas, tudo mas tudo mesmo de fino gosto, coisas que só quem tem dinheiro e poder consegue fazer. Bem. Você sabe que eu estou voltando, estive dez (10) anos fechado, sabe como é sou arrimo de família muitas contas para pagar. Voltei na segundona, cai para a terceira. Pensei em desistir, mas uma gurizada louca quase todos na casa dos quarenta e poucos anos não deixou. E não é que me trouxeram da terceira para a segunda e da segunda para a primeira. E tudo tão rápido que eu nem roupa direito tenho para a festa da Série A da qual tu há tempo já faz parte. Bem não tô chateado pela perda do título da Metropolitana na tua casa nos acréscimos com erro do árbitro. Sabe porque ? Tú precisavas mais do título do que eu . Teu time é caro e não ficaria bem não ganhar dos meninos de São Leopoldo todos na casa de no máximo dois mil Reais. Agora só queria te lembrar a banca paga e recebe. Bem eu já fiz tanto com tão pouco, então vou continuar a crer nos talentos múltiplos de meus meninos dirigente e mais ainda nos meus meninos jogadores. Boa Sorte para nós dois.

Um comentário:

  1. Parabéns Marcos Couto pelo belo texto e pelo poder de sintese de tudo o que ocorreu nos últimos meses. Como desportista e torcedor capílé, quero te dizer que me senti aconchegado e respeitado com as tuas palavras. Um abraço.

    ResponderExcluir

Comente este artigo.