FUTEBOL

Loading...

quinta-feira, 31 de maio de 2012

SÓ.

Só nem ao menos Deus por perto.
mil idéias brilham, mas não molham meu deserto,
e já faz tempo que eu escuto ladainhas, as minhas
as onda do verão.
Que vão bater na mesma tecla a mesma porta,
baladas de uma época sem volta.
Não há saidas,  só delirios de outros midas.
Lambendo a tua Cruz é ouro que reluz.
Oh mama, não vale a pena pagar, um centavo um retalho de prazer.
Oh mama eu quero morrer... bem velhinho assim sózinho ....
ali bebendo vinho e olhando´a bunda de alguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente este artigo.